sexta-feira, 24 de abril de 2009

GREEN STAR ... Entrevista Exclusiva com Wanessa by Transanet

Por Denise Ushisima
Da Redação

De visual novo, Wanessa dá início a uma nova fase em sua carreira com o lançamento de seu novo CD, ainda sem título definido e precedido pelo single Fly. O sexto álbum de estúdio da cantora traz a participação especial do rapper norte-americano Ja Rule e está previsto para chegar às lojas em maio.

O disco foi produzido por DeepLick, com direção de Marcus Buaiz, e segundo Wanessa, é bem diferente de seus antecessores. Ela afirmou também que o álbum está cheio de surpresas e é o melhor de sua carreira até o momento.

A cantora já vendeu mais de 2 milhões de CDs e DVDs no Brasil, conquistou vários prêmios, entre eles o de cantora revelação no Prêmio Multishow de Música Brasileira, em 2001, e cantou ao lado de importantes nomes da música nacional e internacional como Rita Lee, Seu Jorge, Zeca Pagodinho, Eros Ramazzotti e mais recentente, Ja Rule.

Confira abaixo a entrevista que o Transanet fez com a cantora.

Transanet: Fale um pouco sobre seu novo trabalho.
Wanessa: Esse é um trabalho do qual estou muito orgulho, estou muito feliz, começando com a nova música de trabalho, a primeira, que é Meu Momento, em português, e Fly, na versão em inglês, com a participação do Ja Rule, que é um dos maiores rappers do mercado internacional em geral. Vai ser um CD cheio de surpresas e acho que a galera vai gostar bastante. Essa é uma evolução do meu trabalho, um amadurecimento muito grande, para mim está sendo uma celebração e estou muito feliz.

Transanet: De quem foi a idéia de gravar uma música com o rapper Ja Rule e como foi gravar a música e o clipe com ele?
Wanessa: Quando a gente começou a fazer essa música - o Deep na produção, o Marcos Buaiz, empresário, eu e o pessoal da RIP, que é a agência que está me ajudando em toda essa etapa de produção e na minha carreira -, estava sentindo que uma participação ia ser bem bacana. O Marcos Buaiz sugeriu o nome do Ja Rule e todo mundo, na hora, imaginou aquela voz dele, super marcante e super bacana, e achou que ia combinar mesmo, então foi muito legal.

Transanet: Que outras surpresas podemos esperar do seu novo CD?
Wanessa: Olha, tem que ouvir para saber. Estou muito feliz, acho que as pessoas vão gostar, tem músicas novas, em formatos novos, com arranjos novos, compositores com quem estou trabalhando pela primeira vez, alguns estilos diferentes e algumas experimentações, coisas bem legais.

Transanet: A que podemos atribuir essa mudança no visual?
Wanessa: Essa mudança de visual, para mim, foi muito especial e muito importante nesse momento. Eu acredito que as pessoas normalmente, não só eu, levam o visual como se fosse um espelho daquilo que estão sentindo, então quando você muda de emprego, ou algo na sua vida, vai querer fazer alguma coisa diferente, vai querer também que o visual acompanhe essa evolução ou essa virada. Eu quis fazer algo diferente no meu cabelo e chamei uma galera super bacana da Mint. O Luis Fiod, que é um cara maravilhoso do mundo da moda e faz muita coisa bacana, foi convidado para esse trabalho e adorei o resultado. Era uma coisa que eu queria já fazer, junto com esse trabalho, para celebrar mesmo e trazer junto com a música, as canções novas, o show novo, tudo o que vai acontecer.

Transanet: Você decidiu, nessa nova fase, tirar o Camargo de seu nome artístico. Por quê?
Wanessa: Eu continuo sendo Wanessa Camargo, mas na verdade eu quis simplificar as coisas. Porque as pessoas me chamam normalmente de Wanessa, não que eu não seja mais Wanessa Camargo, as pessoas continuam me conhecendo, mas eu sou Wanessa antes de tudo.

Transanet: Quase dois anos depois de trocar alianças, o que está achando da vida de casada? Você sente falta da casa dos seus pais, de ser apenas a filha?
Wanessa: A vida de casada está sendo ótima, a gente é muito parceiro. O Marcos é o meu melhor amigo, acima de tudo, meu amante, meu amor, é uma pessoa que eu admiro muito e a gente está curtindo muito essa fase, nós dois juntos, então está bem legal a vida de casada. Estou presente na casa dos meus pais, acho que o nosso contato hoje é mais qualitativo. Às vezes você mora na mesma casa e não tem uma qualidade de relacionamento justamente por estar na mesma casa o tempo inteiro. Você não pára para comer junto, conversar, saber como está a vida do outro. Então o fato de não estar mais na casa dos meus pais hoje me dá uma relação muito mais intensa com eles, mesmo que a convivência seja menor, é uma convivência com mais qualidade.

Transanet: Para finalizar, deixe um recado para seus fãs.
Wanessa: Quero dizer para toda a galera que está curtindo o trabalho novo, a música nova, Meu Momento / Fly com o Ja Rule, que estou muito feliz, espero que vocês gostem de verdade do novo CD, que está muito especial e acho que vocês vão adorar. Obrigada pelo carinho e pelo respeito sempre e a gente se vê. Beijo!

Fonte: Transanet